Conheça os 12 projetos das quebradas selecionados pelo Micro Fundo para Jovens Inovadores do GOYN

Lançado em março, o edital vai apoiar projetos de coletivos e de jovens inovadores das periferias com microcrédito, formação e mentoria para implementar ou ampliar suas iniciativas.  

O Micro Fundo para Jovens Inovadores do movimento internacional Global Opportunity Youth Network (GOYN), cujo foco é a inclusão produtiva das juventudes, foi um sucesso, com a inscrição de quase 50 iniciativas voltadas a soluções para enfrentar as desigualdades socioespaciais nas periferias urbanas da cidade, a promoção dos direitos, com recorte nas questões de raça e gênero, com especial foco nos grupos LGBTQIA+, e ações que criem ou discutam meios de subsistência para as juventudes periféricas.

A maioria dos projetos inscritos (54%) é liderado por jovens mulheres de territórios nas zonas Sul 2 (46%) e Leste 2 (31%), regiões onde está a maior concentração de jovens-potência da cidade (71%).

Os jovens e as jovens participantes do edital vivem, em sua maioria, dois contextos: muitos são empreendedores e engajados com causas sociais e iniciativas nos seus territórios e outra parte é formada por aqueles que trabalham informalmente, com pouco tempo disponível, justamente porque precisam realizar mais de uma atividade que garanta seu sustento e, muitas vezes, o de suas famílias.

Os participantes declararam, na inscrição, que desejam mudar a realidade de suas comunidades, definidas como territórios em que há muita violência, falta de oportunidades culturais e de equipamentos públicos de assistência à população local.

Dos 46 projetos inscritos, 13 abordam as questões de raça e gênero, sendo que todos estão relacionados aos entraves sociais e econômicos causados pelo racismo estrutural. Também pretendem promover geração de renda e empoderamento cultural e social às juventudes, especialmente às mulheres, negros e LGBTQIA+.

Porcentagem de projetos inscritos por eixo temáticoGráfico, Gráfico de pizzaDescrição gerada automaticamente

12 projetos para transformar realidades

Conheça o escopo de cada projeto selecionado pelo edital. Todos receberão apoio do GOYN, por meio do GOYN SP, e recursos de até R$ 5.500.

BrechouLoja colaborativa que faz parceria com coletivos, educadores, artistas e empreendedores locais para estimular o consumo consciente, a educação ambiental, valorizar a produção local e impulsionar a economia circularZona Sul
Capão UniversitárioPromoção do acesso ao vestibular a jovens da rede pública da região, por meio de financiamento das taxas de inscrição, mentorias gratuitas e informações sobre vestibular e realidade universitáriaZona Sul
DespertaFonte alternativa de renda local, por meio da coleta retornável em que os jovens reciclam o lixo residencial, separando o comum dos recicláveis, com recebimento de cashbackZona Sul
Flores da PeriferiaRevitalização de espaços comuns no território por meio do grafite realizado pelas artistas locais, além do estímulo a outras formas de expressão, como o rap, oficinas e saraus de poesias voltadas para as mulheres a fim de estimular uma rede de apoio e de segurança para todasZona Oeste 
Projeto PertencerGravação de videoclipe para a faixa “Pertencer” do artista RAVIH com a participação de artistas LGBTQIA+ e realização de podcast reunindo entrevistas com atletas LGBTQIA+ para ampliar as discussões sobre o preconceito enfrentado por essa comunidade na área esportivaZona Sul
TRANSforming The WorldDiminuir a barreira social entre educação e pessoas transexuais, de forma a promover o ensino de Inglês gratuito para esse grupo profissionalizar seus perfis e ocupar seus espaços no mundo globalizado e no mercado de trabalhoToda cidade
Elas Produção Áudio & VisualCompartilhar conceitos e práticas para jovens, negras, indígenas e pessoas trans sobre produção nas diferentes linguagens da comunicação (áudio, vídeo, foto e arte gráfica), envolvendo duas ou mais mídias, como Instagram e streamings audiovisuaisZona Leste 
GrajauventudeRealizar atividades articuladas em torno da produção de uma Cypher, um fonograma de rap, com a contribuição de diferentes artistas para servir como multiplicador no território, desenvolvendo potencialidades latentes, mas limitadas pela falta de incentivo e de oportunidadesZona Sul
Jornal Embarque no DiretoTraduzir os direitos sociais e civis – e como acessá-los – para uma linguagem acessível à população de baixa renda e com baixo nível escolarZona Sul
Laje DuCorreRealiza rodas de conversa para debater pautas sobre LGBTQIA+, juventude e negritude, via plataforma digital, e gravar podcast com o resumo dos diálogos e temáticas discutidasZona Sul
Sessão FavelaRessignificar as formas de ver e vivenciar a experiência cinematográfica nos bairros Santa Inês e Jardim Verônia. Exibições semanais de filmes nas lajes abertas para as janelas das quebradas, que dialoguem com a realidade dos territórios, feitos por produtores periféricosZona Leste
Vestibular SolidárioPreparar jovens para a trajetória acadêmica por meio do envio de conteúdos diários para estudo (curadoria das melhores apostilas encontradas na internet), acompanhamento de alunos, correção de redações e disponibilização de pasta no Google Drive com filmes e documentários para criar repertório sociocultural que embase a escrita das redações Zonas Norte, Leste e Sul