GOYN

Somos uma grande aliança para promover a inclusão produtiva de jovens na cidade de São Paulo

Liderado pelo Instituto Aspen, nasceu há dois anos e chega à cidade de São Paulo em 2020. No Brasil, a ação é articulada pela United Way Brasil e coordenada por um grupo gestor, formado por Accenture, Fundação Arymax, Instituto Coca-Cola, JP Morgan, Em Movimento e jovens, além de lideranças de mais de 60 instituições diferentes relevantes do ecossistema.

Está presente também em Bogotá (Colômbia), e Thekwini (África do Sul), Mombasa (Quênia), Pune e Ramgarh (Índia) e pretende, nestas seis comunidades, transformar pelo menos 250 mil vidas nos próximos cinco anos.

Nosso propósito

Nosso propósito é promover a inclusão produtiva das juventudes em situação de vulnerabilidade social da cidade de São Paulo, até 2030, alinhado com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), da ONU, especialmente o Objetivo 8 – Trabalho decente e crescimento econômico: promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo, e trabalho decente para todos.

Por que é importante atuar?

Fomentar a inclusão produtiva é fortalecer o potencial e a criatividade inerentes aos jovens. É contribuir para que coloquem sua energia em ações e posturas capazes de mudar a realidade, construindo uma São Paulo mais inclusiva, diversa e sustentável.

Temos a maior força jovem da história

2013


2040


2060


+ Mais informações

Milhões de pessoas

Pessoas com mais de 65 anos formarão mais de um quarto dos brasileiros em 2060, segundo projeção do IBGE. O percentual desse grupo representa 7,4% do total de pessoas que viviam no País em 2013.

Em São Paulo, o desemprego afeta 35% dos jovens e apenas 13% deles têm ensino superior completo (dados de 2019)

Em 2019, registramos o marco da inversão da pirâmide etária. Temos a expectativa de envelhecimento geracional nos próximos 20 anos, fenômeno que levou 100 anos para acontecer na França, por exemplo.

Qual é a realidade dos jovens de São Paulo?

765 mil jovens são jovens potência
(fonte: bitly/dadosgoyn)

50% é a porcentagem a mais na remuneração de jovens das regiões centrais, comparada à dos jovens da periferia (dados 2017)

23% foi o índice de queda do número de matrículas no Ensino Médio, entre 2015 e 2019, na cidade de São Paulo

50%

não completaram o Ensino Médio

Temos uma população de jovens-potência que vem sendo “desperdiçada”. Eles possuem capacidade para se desenvolver, mas não conseguem acessar boas oportunidades que melhorem sua qualidade de vida e o desenvolvimento de sua comunidade. Existem sonhos, porém, pouca escuta ativa para torná-los factíveis frente à dura realidade que as juventudes enfrentam no cenário paulistano.

É bom saber que tem pessoas dispostas a ouvir jovens periféricos, que muitas vezes se sentem excluídos da sociedade.”

-Jovem-

Quem são os jovens-potência?

Jovens de 15 a 29 anos, em situação de vulnerabilidade econômica, que estão fora da escola ou não conseguem emprego, ou atuam no trabalho informal.

Jovens estão muito descrentes em relação ao futuro do trabalho. Precisamos ajudá-los a se motivarem e a entenderem as oportunidades para inserção laboral.”

-Organizações escutadas-

Como vamos atingir nossos objetivos?

Visão de O Futuro é Jovem (Goyn), em São Paulo

Todas as juventudes de São Paulo tenham poder de escolha e oportunidades de educação, trabalho e renda dignos e prósperos, por meio de um ecossistema ativo, integrado, inclusivo e qualificado.

Nosso trabalho está baseado em alguns princípios orientadores:

Inovação baseada no que já existe e no que virá, alinhada ao futuro do trabalho e à promoção da escala das soluções que já funcionam.

Disseminação de um chamado aos jovens-potência. Uso de uma narrativa de trilhas completas, com sentido de urgência, que reconheça o ecossistema ao redor das juventudes para gerar mudanças necessárias nas posturas e nos modelos mentais.

Ampliação do escopo de estratégias, baseadas em evidências e dados, e interpretação de dados para uso das organizações.

Geração de mudanças nas empresas para inserção dos jovens-potência, de forma ampla e sustentável.

Expansão e popularização de formas de financiamento inovadoras, com criação de modelos e soluções de investimento de longo prazo, para benefício do sistema como um todo.

Incidência em políticas públicas e alavancamento do sistema público para gerar escala.

Empoderamento das juventudes e de suas comunidades, com foco em jovens com menos acesso às oportunidades. Estimular formações em liderança e identificar janelas de oportunidades para desenvolverem ideias e soluções.

Escutar as juventudes da cidade de São Paulo é vital para entender o contexto em que estão inseridas e aonde devemos atuar.

É por isso que mantemos contato permanente com jovens em situação de vulnerabilidade social, para assim detectar os desafios que queremos ajudá-los a superar.

Dentre os principais obstáculos destacados pelas juventudes e por organizações ouvidas estão:

Nossa meta é apoiar a inserção produtiva de 100.000 jovens

Para responder aos desafios das juventudes, construímos seis mesas de trabalho que irão nortear as ações de O Futuro é Jovem (Goyn), em São Paulo:

PROJETO DE VIDA E ORIENTAÇÃO PARA O MUNDO DO TRABALHO

EMPRESAS MAIS INCLUSIVAS

EQUIDADE E INCLUSÃO PRODUTIVA

EMPREENDEDORISMO COMO OPORTUNIDADE

PARTICIPAÇÃO CIDADÃ E ATUAÇÃO EM REDES

INCLUSÃO NA ECONOMIA DIGITAL

Quem está por trás de O Futuro é Jovem (Goyn)

Nosso papel é administrar os recursos financeiros – e não financiar – e zelar pela influência que nos confiam. Somos fiéis ao propósito desses recursos e os gerenciamos para que proporcionem o máximo de benefícios às comunidades com as quais trabalhamos.

Estamos orientados a alcançar bons resultados e nos exigimos altos padrões.

Parceiros globais

Parceiros locais